Estoque de segurança: o que é e como fazer

11 novembro de 2021

Quem trabalha com estoque provavelmente conhece o termo estoque de segurança, mesmo que ainda não tenha implementado na empresa.

Trouxemos um pouco sobre esse assunto neste artigo, também mostrando como aplicar em sua empresa de maneira fácil, para ser incluído na sua rotina.

Importante explicar que o estoque de segurança implementado vai servir para minimizar imprevistos na hora de calcular o seu estoque, evitando a falta de produtos para seus clientes.

 

Definição

Basicamente o estoque de segurança é ter em seu sistema um número chave de produtos que servirão para emergências. Esses produtos não devem ser vendidos como os do estoque tradicional, mas mantidos em armazenagem para comercialização quando algo de imprevisível acontecer, como atraso de fornecedor ou demanda acima do esperado.

Ter sempre o produto disponível aliado ao bom atendimento é o que fideliza o cliente. Por isso, sua empresa precisa garantir o estoque.

 

Vantagens

Há várias vantagens em ter um estoque de segurança na empresa, além, claro, de não perder clientes e, consequentemente, receita.

  1. Manter um giro saudável: o giro de estoque é importante para qualquer empresa. Ao calculá-lo, você otimiza a compra de novos produtos e garante que não haverá faltas nem itens obsoletos.
  2. Qualidade dos serviços: ao garantir para o cliente que o produto desejado será encontrado, você garante que ele sempre será bem atendido em suas necessidades, e a qualidade sempre acabará sendo associada à sua marca, o que ajuda na fidelização e na conquista de novos clientes.
  3. Economia: maiores quantidades de produtos garantem descontos maiores na hora de negociar com fornecedores. Ao encomendar produtos com antecedência, você também aumenta a chance de conseguir negociar melhor, o que ajuda no fluxo de caixa.
  4. Redução do custo de armazenagem: ter mais produtos do que o que precisa pode não ser uma boa ideia, já que armazenagem gera custos. Por isso, com o estoque de segurança bem calculado você tem estocado apenas o necessário e garante que não haverá gastos desnecessários.
  5. Otimização da logística: Quando você tem um estoque bem calculado, a logística com transportes de sua empresa e de fornecedores é facilitada, o que gera economia de dinheiro e tempo para ambas as partes.

 

Conceitos Importantes

O cálculo do estoque de segurança depende de alguns fatores. Para chegar a seu valor ideal, tenha em mãos os seguintes dados:

1. Lead time

Tempo entre o momento em que foi feito pedido de uma mercadoria ao fornecedor até quando ela chega à empresa. Se esse tempo costuma ser longo ou mesmo varia muito, é mais do que necessário que se trabalhe com estoque de segurança.

2. Previsão da demanda

Para saber a previsão de sua demanda, você precisa saber o tempo que cada produto leva para chegar na empresa e para ser vendido. Assim, fica mais fácil saber quais deles precisam estar em estoque de segurança.

3. Nível de serviço

Esse é um fator de suma importância. Ele mede a importância que cada produto tem entre todos os que são comercializados em seu negócio. Quanto mais relevante para seus clientes uma mercadoria for, maior deve ser o estoque de segurança dela.

Cálculo

Existe uma fórmula para calcular o estoque de segurança:

Estoque de segurança = Demanda média diária X Tempo de entrega

Basta calcular com os dados levantados e você saberá o número exato de unidades que cada produto deve ter em estoque de segurança. Simples, né?

 

Conheça a plataforma Online OS:







× Como podemos te ajudar?