Como fazer um diagnóstico organizacional em sua assistência técnica

02 novembro de 2021

Há muitas maneiras da sua assistência técnica manter-se no propósito de ser reconhecida, alcançar sucesso de garantir uma boa carteira de clientes, e tudo começa com um bom planejamento estratégico.

Dentre as estratégias que sua empresa pode adotar para conseguir ir além, o diagnóstico organizacional pode ajudar na prática para que o processo de crescimento aconteça.

 

Definindo Diagnóstico Organizacional

O diagnóstico organizacional engloba uma série de análises, avaliações e ações que são feitas tendo como objetivo mapear o contexto atual da organização para detectar seus pontos fortes e pontos de melhoria.

Esse procedimento auxilia todos os tipos de empresas, não importa o porte, a compreender seu cenário com uma visão macro e a prevenir e detectar problemas existentes, para que não causem impactos negativos no futuro dos negócios.

Através dessa ferramenta o gestor consegue fazer um mapeamento completo da sua organização, obtendo uma visão ampla das oportunidades de crescimento que a empresa tem, os problemas que eventualmente ela possa enfrentar e buscando soluções eficazes para diminuir ou até eliminar qualquer tipo de situação adversa, auxiliando em tomadas de decisão mais assertivas.

É importante salientar que o diagnóstico organizacional está em busca de dados concretos para que a análise seja a mais detalhada possível da situação da empresa.

Se bem efetuado, o diagnóstico é capaz de ajudar na melhora do desempenho do negócio, aumentando a produtividade da equipe e valorizando a sua marca, tornando a empresa mais competitiva no mercado em que atua.

 

Elaboração

Agora que você já viu a importância de um bom diagnóstico organizacional, surge a pergunta: como elaborar um bom processo?

Antes de mais nada, saliento que essa pé uma ferramenta que precisa ser aplicada por um profissional que seja qualificado para tal atividade, com conhecimento profundo sobre os negócios, e que seja capaz de compilar informações coletadas e sugerir planos de ação para trazer melhorias ao negócio.

Depois de encontrar esse profissional, ele será responsável por elaborar uma análise breve da situação da empresa atualmente, e mapear as percepções dos colaboradores. Com base nessas informações, ele criará um plano de ação para fazer correções que sejam necessárias, aproveitando oportunidades de crescimento.

O gestor ou empreendedor sempre precisa acompanhar e direcionar as ações que serão realizadas, para garantir o cumprimento de tudo o que se propôs a executar. Não adianta fazer um movimento como esse e guardar os planos para outro momento. A empresa precisa querer mudar e estar disposta a buscar crescimento.

Aqui vão algumas dicas de elaboração de um diagnóstico organizacional.

 

1. Coletar informações

As informações são fundamentais para obter o máximo nos resultados, portanto, colete o máximo que puder. A coleta dos dados precisa levar em conta cada departamento e suas “dores”, para que se chegue ao diagnóstico mais próximo da realidade.

Converse com colaboradores, analise documentos e processos e tome ações que permitam criar uma base para seguir ao próximo passo, que é a busca de soluções.

 

2. Analisar dados

Depois da coleta de dados, é hora de fazer a análise. O primeiro passo é agrupar os dados coletados. Crie um relatório e analise com profundidade cada informação. Use planilhas, gráficos, e mostre os pontos positivos e negativos que foram encontrados, assim como problemas e oportunidades atuais.

Os pontos positivos reforçam o caminho correto da organização, e os de melhoria precisam de atenção especial para que os objetivos sejam sempre alcançados com excelência.

 

3. Identificar ameaças e oportunidades

Nesse momento, os responsáveis pelo diagnóstico com as informações que foram coletadas, devem identificar problemas que estejam prejudicando o andamento dos processos na empresa, assim como as oportunidades de crescimento que não estão sendo aproveitadas efetivamente.

Após a identificação, classifique tanto as ameaças quanto oportunidades em prioridades, destacando o que precisa de atenção imediata e o que pode estar em segundo plano, assim todos saberão por onde começar a elaborar os planos de ação.

 

4. Definir plano de ação

Com tudo classificado e categorizado, agora é o momento de definir as estratégias e os planos de ação para implementação, baseado no diagnóstico organizacional. Nesse momento, faça um planejamento detalhado, com cronograma para cada atividade, assim sendo possível o acompanhamento do progresso e análise de cada uma da ações, pois pode ser necessário algum implemento no meio do caminho.

Assim também será possível saber se o diagnóstico está trazendo progressos para a empresa.

O Online OS nasceu para que sua empresa cresça! Clique aqui e teste grátis agora!

Conheça a plataforma Online OS:







× Como podemos te ajudar?